As Vozes / Resenha (FILMES)

Dessa vez o filme escolhido é As Vozes (The Voices).

Título Original: The Voices
Gênero: Drama/Thriller
Ano de Lançamento: 2014
Direção: Marjane Sartrapi

Sinopse: Jerry é um jovem esquizofrênico que conversa com seus animais de estimação, Bosco, um cachorro, e Sr. Whiskers, um gato. Ele trabalha no setor de remessas de uma empresa e leva uma vida pacata. Quando Jerry se apaixona por Fiona, que trabalha na contabilidade, situações inesperadas acontecem.

As Vozes é um filme extremamente bizarro. Muito bizarro de verdade. Temos Jerry, que tem um passado bem pesado para lidar e por causa disso frequenta uma psiquiatra. Sofre de esquizofrenia e precisa tomar remédios para levar uma vida, digamos, normal. Porém toda vez que ele toma tais remédios acaba se sentindo muito sozinho pois não consegue mais ouvir o Sr. Whiskers e Bosco, seus pets e confidentes e também conselheiros.

De um lado tempo o gato. Que dá uns conselhos bem ruins. E o cachorro que meio que mantém Jerry na linha. Um dia Jerry se apaixona por uma colega de trabalho, acaba levando “bolo” da garota e sai frustrado para passear pela cidade. Então encontra pelo caminho a sua crush, papo vai papo vem, acontece um acidente e alguém morre. E é a partir daí que o filme se desenrola e tem várias tretas e termina em música.

É um filme bem interessante de se assistir, e tem um tom de deboche enorme.
Recomendo para a galera que gosta de filmes de psicopatas e tem um senso de humor bem macabro.

Trailer:

Ps.: Jerry é um babaca mas ele é doente então não sei realmente o que pensar a respeito dele.

I Am Not a Serial Killer / Resenha (FILMES)

O filme da semana é I am Not a Serial Killer.

O filme é um suspense/terror psicológico de 2016. Tem a direção de Billy Thomas O’Brien e é uma adaptação do primeiro livro de uma série do Dan Wells (que pelo que vi tem poucos livros traduzidos aqui nas terras tupiniquins). Não li o livro (mas pretendo e me arrisco a dizer que talvez seja o primeiro livro que irei ler em inglês) apenas assisti o filme e minha sugestão (no momento) será do filme.

A história é a seguinte: Temos John Cleaver (interpretado por Max Records – que fez Onde Vivem os Monstros) um moço bem bonitinho por sinal de 16 anos que é meio que diagnosticado com sociopatia (e tem total ciência do que é isso). Ele tem uma certa fascinação por serial killers (pode ser amigo do Noah de Scream haha) e por causa disso meio que sofre bullying na escola. Por causa de sua sociopatia de vez em quando o moço tem uns impulsos meio estranhos mas se controla o máximo que pode pois não quer ser alguém ruim. Então começa a ter uma onda de assassinatos na cidade dele e isso o deixa bastante intrigado. John inicia uma investigação amadora (usando seus conhecimentos a respeito de serial killers) para tentar achar o responsável por tais crimes. E é aí que o filme fica muito bom.

Christopher Lloyd as Bill Crowley and Max Records as John Cleaver in ‘I Am Not a Serial Killer’

Enquanto assistia ele fiquei o tempo inteiro esperando um final super clichê onde ele provavelmente se renderia aos impulsos mataria alguém e viriam tretas, porém o que acontece é algo totalmente inesperado (pelo menos pra mim) e que me deixou surpresa e bem feliz.

Recomendo demais! Nota: 8.5

Elenco: Max Records, Laura Fraser, Karl Geary e Christopher Lloyd.

TRAILER:

Ps.: O filme é meio injustiçado no filmow, então eu meio que não confiaria totalmente nas notas do site e assistiria o filme para ter minhas próprias conclusões (pensando bem foi isso mesmo que eu fiz).

Ps2.: Outro filme injustiçado é Segredo da Cabana <3

Ps3.: Quando eu ler o livro provavelmente vai ter uma resenha bem bonitinha e comparações entre o livro e o filme.

Ps4.: Falando em livro que virou filme vai sair uma adaptação pela Netflix do livro Caixa de Pássaros (que você pode conferir a resenha >> AQUI << e tem dedo da Sandra Bullock no meio.

Fragmentado – Split / Resenha (FILMES)

Decidi começar aqui no blog (a partir de hoje) o Vai Um Pipoquinha aí? ou seja, todas as sextas feiras vai ter uma dica de filme. Alguns filmes provavelmente serão recomendações de outras pessoas e eu repassarei pra vocês para talvez quem sabe assistirmos juntos.
O primeiro filme é Fragmentado.

No filme temos Kevin, interpretado pelo James McAvoy, que tem múltiplas personalidades. Um dia uma das personalidades em posse da sua mente no momento resolve sequestrar 3 garotas. Elas então passam a viver em um cativeiro e se surpreendem com as mudanças de personalidades do rapaz. Inclusive tentam usar isso a favor delas.

Devo parabenizar James McAvoy pela incrível interpretação, sério mesmo.

Aqui vou deixar o trailer do filme e espero que vocês curtam como eu curti 🙂