2019 Annie Leituras

Coração Ferido / LEITURAS

Eu te amo mas quero te matar

Sinopse: O detetive Archie Sheridan passou dez anos perseguindo Gretchen Lowell, uma estonteante serial killer, mas foi ela quem o capturou. Dois anos atrás, Gretchen aprisionou-o e torturou-o por dez dias, mas, em vez de matá-lo, ela surpreendentemente o deixou partir, entregando-se à polícia.
Agora ela está na cadeia pelo resto da vida enquanto Archie se vê em outro tipo de prisão – viciado em analgésicos, incapaz de voltar à sua antiga vida e sem forças para apagar aqueles dez dias horrendos de sua lembrança. Sua mulher, de quem se afastou, diz que o velho Archie não existe mais, e ele concorda. As visitas a Gretchen são semanais, com a justificativa de que só ele pode fazê-la confessar onde estão os corpos das vítimas. Mas Archie sabe qual o real motivo – ele simplesmente não consegue ficar longe dela.
Quando outro criminoso começa a seqüestrar meninas em Portland, Archie tem que se recompor para liderar uma nova força-tarefa que investigará os assassinatos. Uma repórter jovem e determinada, Susan Ward, acompanha o trabalho do grupo, o que desencadeia um jogo mortal entre Archie, Susan, o novo serial killer e até Gretchen. Eles têm um maníaco para capturar, e talvez isso liberte Archie de Gretchen de uma vez por todas.

O que falar desse casal extremamente tóxico? O assunto “psicopata x detetive” está super manjado nos dias atuais, mas quando saiu Coração Ferido ainda era um estilo bastante amado tanto nos livros quanto no cinema. Esse livro é o primeiro de toda uma série de 6 livros. Alguns anos atrás eu havia lido Coração Apaixonado (que é o segundo livro) totalmente por acaso enquanto esperava o horário de um voo que precisava pegar. E acabei gostando muito da história e depois que soube que tinham mais livros fiquei super empolgada querendo ler mais, porém na época não gastava tanto com livros (meu pai havia pago 40 reais nesse livro, sendo comprado em aeroporto, hoje em dia pagamos isso em qualquer livraria, infelizmente).

Mesmo após tantos anos continuei fisgada pela escrita de Chelsea Cain. Poder revisitar esses personagens depois de muito tempo foi incrível. E com a cabeça que tenho agora a experiência acabou sendo até melhor.

Infelizmente a Suma de Letras não trouxe todos os livros para o Brasil e por enquanto tem apenas os 3 primeiros lançados em português. O que pode desanimar algumas pessoas.

Chelsea Cain tem uma escrita muito boa que te prende desde o início. O livro tem alguns assuntos pesados como pedofilia, assassinato e tortura, então fica o alerta para possíveis gatilhos. Mas os amantes do suspense de serial killer (principalmente Gone Girl – Garota Exemplar) vão amar demais essa história de “”””romance”””” gato e rato.

Gretchen Lowell é uma personagem monstruosa. Uma assassina cruel, fria, manipuladora mas ao mesmo tempo bastante charmosa e extremamente bonita.
Archie Sheridan é o detetive incrível que acaba caindo no joguinho da Gretchen e pira geral na batatinha.
Ambos os personagens tem seus defeitos e qualidades (alguns mais do que outros) e isso deixa a gente fisgado na leitura pois muitas vezes não sabemos o que esperar de um ou de outro.

O livro também tem um plot twist bastante revelador nas últimas páginas, o que me deixou de queixo caído, pois era algo que eu não esperava, e por incrível que pareça a psicopata da história acabou me manipulando direitinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *