Fantasy Farming: Orange Season (Review)

Fantasy Farming: Orange Season (Review)

7 de novembro de 2017 2017 Jogos e Gameplays 0

 

Fantasy Farming: Orange Season

 

Fantasy Farming: Orange Season é um RPG sobre a vida na fazenda, inspirado em Harvest Moon, Rune Factory, Animal Crossing e um pouco de Legend of Zelda. ¹

No jogo você é um fazendeiro (fazendeira) e tem opção de plantar, cuidar de animais, pescar, regar e etc.

Orange Season está sendo desenvolvido por Hudell Tales. Tem compatibilidade total com controle e está disponível em inglês e português.

 

Requisitos de Sistema

Mínimos:
SO: WindowsR 7/8/8.1/10 (32bit/64bit)
Processador: Intel Core2 Duo or better
Memória: 2 GB de RAM
Placa de vídeo: OpenGL 4.1 capable GPU
DirectX: Versão 9.0
Armazenamento: 300 MB de espaço disponível
Fantasy Farming: Orange Season está disponível para Windows e Mac pela bagatela de R$ 19,99 na Steam.

Gameplay

 

O jogo tem previsão de lançamento completo para 2018.

Em futuras atualizações:

*Três cidades diferentes, com temas diferentes e dezenas de personagens cada.
*Vários festivais inspirados em festividades do mundo real.
*Mais de 30 tipos de animais.
*Sistema de casamento com mais de 10 solteiros(as).
*Sistema de casamento entre moradores, onde você pode influenciar quem acaba com quem.
*Vários minigames.
*Compartilhe uma fazenda e inventário entre diferentes saves, para poder casar com moradores diferentes e experimentar todas as histórias sem precisar rejogar o jogo inteiro.
*Sistema de parceiros: Você pode convidar um morador para caminhar com você ou levar algum de seus animais para uma caminhada. Eles irão te seguir e participar das coisas que você fizer. ²

 

 

 

Não sou muito fã de jogos (acho que falei isso antes já) mas gosto muito daqueles que realmente me fazem relaxar depois de um dia difícil. Orange Season cumpre o que promete e traz aquela sensação de tranquilidade e paz enquanto jogamos. Com uma trilha sonora animada e piadinhas “easter egg” embutidas nos diálogos e nomes de ferramentas.

 

 

 

Eu indico!

 

Por hoje é só!
Um beijo no queixo
Annie Bitencourt

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *