FILMES / Hereditário

Título: Hereditário
Direção: Ari Aster
Elenco: Alex Wolff, Gabriel Byrne, Toni Collette

Sinopse: Após a morte da reclusa avó, a família Graham começa a desvendar algumas coisas. Mesmo após a partida da matriarca, ela permanece como se fosse um sombra sobre a família, especialmente sobre a solitária neta adolescente, Charlie, por quem ela sempre manteve uma fascinação não usual. Com um crescente terror tomando conta da casa, a família explora lugares mais escuros para escapar do infeliz destino que herdaram.

 

Esse filme é para os fortes.

Eu relutei bastante em trazer Hereditário para esse blog. Sei que o filme tá com um hype elevadíssimo e muitas críticas positivas. E de fato é um filme de terror que funciona muito bem. Talvez até bem demais.

Pois bem confesso que não fui com sede ao pote em relação ao filme. Vi que elogiavam mas já tive experiências na vida onde um filme x amado pela crítica e público não acabou me agradando nem um pouco. Então mantive as expectativas no chão. E uns dias antes de decidir assistir Hereditário, uma conhecida minha comentou que uma cena específica tinha perturbado ela demais (para comparação devo dizer que ela é o tipo de pessoa que assistiu Begotten – que é muito bizarro diga-se de passagem e isso que só vi fotos – e Canibal Holocausto, enquanto eu sou o tipo de pessoa que foge de ‘O Grito’ e ‘O Chamado’ até hoje). Pensei: “Se esse filme perturbou essa guria eu vou ficar completamente fora do meu eu, melhor não assistir”.

Os dias passaram e vi o trailer (que vai estar no final desse post) e uma cena x do trailer me deixou boquiaberta. Mas no bom sentido. Era uma cena bastante explícita. Então se eu aguentei ver o trailer aguentava ver o filme certo? Mais ou menos.

Hereditário é um filme quase parando. Tem um desenvolvimento bem lento, o que me lembrou de A Bruxa que te atiça lentamente – ou deixa entediado, e de fato as cenas de violência explícita são pouquíssimas. Talvez umas 4 o filme todo. Mas ter poucas cenas gráficas não faz o filme tranquilo de assistir.

Eu assisto terror desde meus 14 ou 15 anos, talvez menos, e até então a cena mais traumatizante que já tinha visto em um filme foi um barbante partindo convidados ao meio no filme Navio Fantasma. Eu devia ter uns 10 anos quando vi isso, traumatizou para o resto da vida.

Agora, com 24 anos de idade nas costas, essa cena de Navio Fantasma não é absolutamente nada comparado com duas cenas específicas de Hereditário.Que não vou colocar aqui pois quero realmente que vocês assistam ao filme.

No geral eu confesso que não gostei do filme. Motivos bem pessoais mesmo. Acho que o final não me chocou tanto quanto deveria ou talvez já tenha visto outros filmes usando do mesmo artifício. Mas não é um filme ruim. Muito longe disso. Hereditário provoca no telespectador aquilo que promete. Quer te deixar pertubado, e vai te deixar pertubado. E o meu rancor com o filme é por mera questão de roteiro mesmo.

As atuações estão muito boas também. E nem vou entrar no assunto de direção, só digo que é excelente.

 

Depois desse gif se estiver disposto(a) a encarar Hereditário vai estar assistindo um dos melhores filmes de 2018.

Por hoje é só!
Annie Bitencourt

 

Ps.: Minha nossa como esse filme me perturbou haha

 

Trailer