O Que Fazemos Nas Sombras / Resenha (FILMES)

O Que Fazemos Nas Sombras / Resenha (FILMES)

5 de dezembro de 2018 2018 Filmes 0

 

Título: O Que Fazemos nas Sombras
Direção: Jemaine Clement, Taika Waititi
Elenco: Jemaine Clement, Taika Waititi, Jonathan Brugh, Stu Rutherford.

Sinopse: Viago (Taika Waititi), Deacon (Jonathan Brugh) e Vladislav (Jemaine Clement) são três vampiros que dividem uma casa. Algumas das dificuldades que eles têm na vida é serem imortais, encontrar sangue humano em festa noturnas, lidar com a luz solar e não conseguirem adequar a maneira de se vestirem aos padrões sociais, além de ter que pagar o aluguel e ainda conviver entre si dentro da casa. ¹

 

 

Trash, hilário e totalmente fora da casinha. Não consigo escolher expressões melhores para definir O Que Fazemos nas Sombras.
Por meses, quiçá anos, esse filme ficou na minha listinha da Netflix. Achava o poster diferentão, a sinopse convidativa mas o fato de não ter nenhum ator que eu conhecia me fazia evitar o filme a qualquer custo. Achei inclusive que fosse aquele tipo de filme super mega cult que no final só agrada 2% da população mundial. Mero engano.

O estilo do filme foge do convencional. Todo gravado num estilo meio mocumentário, por várias vezes imaginei sendo uma série estilo The Office mas com vampiros – assistiria uma se existisse de fato, com bastante leveza, piadas boas e atuações certeiras.

A situação toda do filme já me dá sensação de riso internamente. Aquele risinho meio tímido que foi se soltando até o final do filme, onde eu já gargalhava e tinha simpatizado bastante com os três quatro vampirões. Várias referências a filmes de vampiros (sim, até aquele dito cujo brilhante) e até alguns plot twists.

O filme perfeito para um feriado com amigos ou um final de semana sozinho em casa (se você não quer ser julgado pelo seu gosto cinematográfico). A risada é garantida.

E caso você já tenha assistido ao filme deve concordar que Stu é um ícone.

¹ Sinopse tirada do Filmow (igual a todas as outras de outras postagens)

 

Por hoje é só
Annie Bitencourt