Resenha – A Menina Submersa

Resenha – A Menina Submersa

5 de Janeiro de 2016 2016 Resenhas 2

Essa então será a primeira resenha do ano. Do primeiro livro do ano.
Comecei a ler esse livro em dezembro do ano passado. E é realmente difícil falar sobre ele.
Vi pessoas falando que é um livro que você ama ou odeia. E é verdade.
Você pode compreender o livro, e seus personagens e então amá-lo.
Ou não entender sua história e por isso odiá-lo.

Estou falando de A Menina Submersa

20160101_132753

Livro publicado pela editora DarkSide e inclusive o segundo livro que leio da editora.
Novamente afirmo aqui que o trabalho deles é maravilhoso.
Tenho a edição limitada capa dura, a da foto, e só tenho coisas boas a dizer.
O livro é lindo demais e apenas teve alguns problemas de edição do texto em si.
Não sei se também não são erros de digitação ou problemas de tradução. Mas por várias vezes me perdia na leitura por causa desses errinhos.

O livro tem 320 páginas. Que normalmente eu iria ler em 3 dias. Mas levei um mês.

A história é a parte mais complicada. Me perguntaram hoje: “Mas e aí, o livro é bom?” E por incrível que pareça isso é o mais difícil de dizer.
Ele tem pontos positivos e negativos.

Ponto positivo: personagens. Mesmo a principal sendo totalmente sem sal ela é boa por ser muito bem construída e você realmente passa a imaginar aquela pessoa parada na sua frente lendo o diário dela.
Outro ponto positivo: curiosidades e informação. A autora teve a maravilhosa capacidade de colocar muitas informações no livro. Aliás, tem coisas ali citadas que se você não tem um pouco de conhecimento acaba não entendendo nada.

Ponto negativo: narrativa confusa e alguns capítulos arrastados e contos desnecessários.

A personagem principal, chamada de Imp tem esquizofrenia. E isso justifica o fato da narração ter várias idas e voltas, e algumas viagens mentais. Mas as vezes irritava demais umas 20 páginas de contos (que estou tentando ver a necessidade deles no livro ainda) e detalhes demais (quando a personagem narrava todo o trajeto que iria fazer incluindo nomes de ruas – todas elas).

20160101_132916

Quem quiser se aventurar nessa história precisa primeiro de tudo ter mente aberta. Ele aborda questões interessantes e quem for muito “família tradicional” vai se decepcionar de cara.
No livro fala de tudo um pouco. Temos as personagens falando um pouco sobre religião, sobre sexualidade, sobre sexo em si – e até com bastante detalhes, sobre coisas divertidas, coisas tristes, preconceitos, sofrimentos e isso foi o que me deixou firme e forte na leitura.
Assim como Morro dos Ventos Uivantes que é outro livro com uma leitura muito difícil. Parte disso por causa da época em que foi escrito. Mas com uma história devastadora. Não é um livro que irei ler pela segunda vez, mas com certeza é um que está no meu coração para todo o sempre.
A Menina Submersa não é diferente. Também não me arriscaria a ler ele novamente tão cedo. É denso demais e ainda vou levar um bom tempo pra assimilar tudo que acontece. Também não será meu livro favorito, mas apenas porque não gosto de fantasias.

20160101_132901

Posso afirmar que você se transforma depois de ler o livro. Algo em você muda. Seja sua forma de pensar ou ver o mundo.
Neil Gaiman afirmou: “Ninguém escreve como Caitlyn”
Isso pode ser tanto bom como ruim.
Realmente a autora se preocupa com detalhes e informações que ela considera importante para a história e para o entendimento do leitor. O vocabulário é até bastante rebuscado. E diria que é o livro não clássico com mais palavras diferentes que já li.
Não sei afirmar se também é assim no original, afinal li o livro traduzido. E também não posso ter uma opinião ainda sobre a autora. Precisaria de mais alguns livros dela pra ter algo formado.

20160101_133009

Indico pra todos aqueles que gosta de um pouco de fantasia, de terror e que busca ler coisas diferentes do habitual. Esse livro te faz sair da sua zona de conforto então esteja preparado (a).

Junto do livro veio uma folha (com o mesmo desenho da capa) para colorir e um marca páginas com libélulas e outros insetinhos. E achei isso fofo demais da parte da DarkSide haha

Comprei o livro em uma promoção, por ele ser uma edição limitada e de capa dura o preço é um pouco salgado. Então se você tem interesse em ler mas não quer pagar 50 reais pelo livro compra a versão brochura. Mas se você é como eu que gosta de colecionar alguns livros então espera as promoções lindas da submarino. As vezes o livro na edição capa dura fica por menos de 30 reais. Só precisa ficar atento.

20160101_132931

O que eu achei mais interessante é que o livro tem aquela linguinha, aquela cordinha que vem em algumas agendar pra marcar a página. E a lombada é toda rosa. Ah, e a tinta não saiu em nenhum momento.

20160101_132842

Enfim, mais um trabalho maravilhoso da DarkSide! Parabéns aos envolvidos!

20160101_132955

Só mais uma coisa: achei o final do livro extremamente confuso. Quem já leu e quiser me explicar o que acontece naquele final pode me falar nos comentários.

20160101_132945

Por hoje é só pessoal!
Espero que tenham gostado, foi muito difícil escrever sobre esse livro e espero que tenha passado o que senti ao ler ele.

Um beijo no queixo
Annie Bitencourt

 

2 comentários

  1. Juliana disse:

    Adorei ler uma resenha sobre esse livro, porque venho desejando desde que vi essa edição capa dura pessoalmente na Livraria Cultura, mas piranguei e terminei não comprando, rs. Adorei saber mais sobre a história e como é em si. Me encantei mais ainda e quero comprar com certeza. Gosto de livros bonitos e histórias densas e confusas kkkkkk

    Beijos!

  2. Eu estou lendo p livro e ainda não estendi o que são as partes entre aspas. O livro já começa meio estranho, com uma pertence dentro das aspas. Alguém me explica por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *