Resenha – Silo de Hugh Howey

Ontem, depois de 13 dias, finalmente terminei Silo livro de Hugh Howey. Estava na dúvida se faria ou não uma espécie de resenha para ele.
Para começar os resumos encontrados sobre o livro são extremamente confusos e não te passam noção nenhuma do que seria a história. Eu comecei a ler o livro ser saber exatamente o que estava lendo.

Antes de qualquer coisa provavelmente terá SPOILERS nos meus comentários abaixo, portanto se você ainda não leu o livro pare de ler o post aqui.

tumblr_nwotskvGpk1r6gmqeo1_540

A história começa com o atual xerife do silo Houston sendo condenado para a limpeza. Eu levei 150 páginas para entender qual era da limpeza, e então vou adiantar que é literalmente uma sentença de morte. Nesse silo existem regras. E me lembrou muito o regime da ditadura que se você falasse ou fizesse algo indo contra as ideias do governo iria preso e provavelmente seria morto. E o livro basicamente é isso. Antes de Houston ser condenado sua esposa já tinha ido fazer a limpeza no passado. Ela inventou de investigar algumas coisas suspeitas na área de TI (os bad guys da história) e então a mandaram para fora do silo 😮

Mas o que tem lá fora? Toxinas! Imagine um mundo sem esse céu azul bonito de todos os dias, sem essas nuvens brancas e as gramas verdinhas. Imagine nuvens cinzas, tornados de areia frequentes e nenhum sinal de vida externa. E era pra esse lugar que os rebeldes eram condenados.

A esposa de Houston morre. Depois Houston morre também, e deu corpo inclusive fica do lado da esposa 🙁

E então somos apresentados a Juliette (ou Jules ou Julie) que é indicada para ser a próxima xerife substituindo Houston. Para vocês terem uma ideia o silo no livro tem tipo uns 130 andares se não me engano, a sala do xerife ficava nos primeiros andares, no topo mesmo, e a mecânica (onde Jules trabalhava inicialmente) ficava no final do Silo, lá nos andares cento e alguma coisa. Enquanto isso a TI ficava entre os dois. Tanto que para ir no topo ou no final do silo sempre passava pela TI. Juliette então aceita ser a xerife.
Coisa vai, coisa vem e então ela é mandada para a limpeza 😮

LuxurySurvivalCondo1

E é apenas aí que o livro começou a ficar interessante pra mim. Pois acabamos descobrindo muitas mentiras, e passamos a não confiar em ninguém e até ficamos temerosos quando Juliette decide confiar numa pessoa. E então você devora esse meio do livro inteiro em pouco tempo e chega no final.

O final, pra mim, foi o mais decepcionante. Howey tentou forçar um romance que não deveria existir e transformou uma das melhores personagens em uma coisinha patética e pequena que não te passa confiança nenhuma de heroísmo. É como se pegassem a Katniss do primeiro livro e colocassem ela para cozinhar e lavar cuecas do Peeta no último livro.

Outra coisa que me incomodou muito foi o modo que o livro foi escrito. É uma coisa que começa arrastada e detalhada demais e depois fica extremamente corrido e você fica se perguntou se dormiu em alguma parte do livro e acabou perdendo certos detalhes. Como por exemplo o momento que começa a rebelião no silo depois que Julie é mandada pra limpeza. Foi uma coisa tão rápida que me pareceu mágica.

wool

(Acho que essa seria a Jules depois que vai pra limpeza. Essa é exatamente a ideia de mundo caos que eu imaginei. Parabéns pra quem desenhou)

“Ah fulana foi condenada a morte ahhhh vamos sair metendo bala em tudo” Sério, foi basicamente isso. Teve momentos que eu até ficava do lado dos caras da TI porque eles pareciam mais perdidos que eu naquela história.

Esperava mais do vilão também, que ainda não acredito que ele teve o final que teve.

Ah, e muitos erros de edição.

tumblr_nwot00I9DB1r6gmqeo1_400

Ps.: era pra ser Queixo

tumblr_nwot0r9pMa1r6gmqeo1_400

tumblr_nwot0e3GxN1r6gmqeo1_400

Embora alguns que repararam nesses erros não tenham se incomodado tanto eu quase desisti de ler por causa disso.
Senti que o livro tinha um potencial enorme mais Hugh Howey não sabia o que fazer com isso. Tudo bem que o livro tem uma continuação, mas precisava ser tão +- o primeiro livro?
Bem diferente de Criança 44, que o primeiro livro que empolga para ler a continuação. E o final é tão fechadinho que mesmo que você não queira ler as continuações você fica satisfeito com a história mostrada. Em Silo não. São tantas perguntas sem respostas que meio que te obriga a ler os outros livros se você quiser entender toda a história.

Nunca tinha lido distopia nenhuma. Nunca li Jogos Vorazes ou qualquer outro semelhante. Silo é realmente o único que li nesse gênero. Uma história boa? Sim, que podia ter sido mais explorada. Tenho fé que no 2º livro seja melhor, mas ainda não vou partir pra sequencia até porque já comecei a ler Caixa de Pássaros.

Para quem já leu distopias provavelmente o livro será apenas ‘mais um’ do gênero. Para outros talvez seja uma surpresinha agradável.
Eu gostei, achei interessante e agora que já superei a raiva do final que foi dado para o livro acredito que até indicaria ele para alguém.

Ps2.: Meu namorado me deu ele de presente.

Ah esse é o 2º livro

CAPA-Ordem

Ofertas (só clicar no nome das lojas que poderá comprar o livro 😉 )

Extra R$ 26,90

Americanas R$ 23,12

Submarino R$ 28,90

Livraria da Travessa R$ 39,90 (baixou para R$ 37,51)

Saraiva R$ 31,90

E para quem se interessar tem um terceiro livro que acho que não foi lançado no Brasil ainda chamado Dust. Provavelmente é o livro final. Essa é a capinha dele

17855756

Quem manja de inglês provavelmente já pode comprar Dust 🙂

Então é isso pessoal!

Um beijo no queijo (OPS!)
Annie Bitenocourt

Ps3.: Poxa Intrínseca podia ter dado uma revisão melhor né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *