Stalker – Resenha (TAG INÉDITOS)

Stalker – Resenha (TAG INÉDITOS)

23 de junho de 2018 2018 Resenhas Suspense TAG 0

 

TAG INÉDITOS  – MAIO
Autora: Tarryn Fisher
Título Original: Bad Mommy
ISBN: 9788595810167
Editora: TAG – Experiências Literárias & Faro Editorial

Páginas: 288
Ano: 2018

Comecei a assinar a TAG inéditos (por ser mais em conta que a Curadoria) e desde Abril venho recebendo os livrinhos fofos que eles fazem. Aproveitei uma ressaca literária (depois daquele livro horrível de X Files) para experimentar esse novo estilo proposto pela TAG.

E com Stalker digo que realmente não consegui parar de ler. O livro é bem fininho e os capítulos bem curtos. Li ele em mais ou menos 3 dias (que pra mim é um tempo muito rápido).

É BOM?

Essa pergunta acaba sendo bem complicada de responder. Eu gosto muito de livros com uma pegada de suspense forte que fisga desde a 1ª linha do 1º capítulo. Gosto da sensação de sufoco que alguns livros causam e você só consegue respirar direito quando termina a leitura. Com Stalker eu fiquei o tempo todo tensa imaginando mil e uma coisas para o final da história. E fui completamente iludida, o que pra mim foi bem ruim, mas pelo que vi na internet muita gente gostou do que a autora fez no final.

Eu senti falta de algumas explicações na história, coisas que eu ficava me perguntando de onde tinham surgido. O que muita gente entendeu ser uma tática da escrita de Tarryn. Em Stalker pelo menos são 3 personagens principais e os 3 tem suas próprias versões da história. É interessante? Sim! Pois Tarryn fez uma descrição muito boa do psicológico dos personagens, digamos que bastante realista. Então é bacana você conhecer melhor como um psicopata e/ou sociopata pensam. O fato do livro ter apenas 288 páginas por um lado foi bom, afinal você já entende logo o que está acontecendo, mas por outro lado acaba causando uma carência de detalhes enriquecedores na trama.

Não é um livro ruim, do tipo que me faria odiar para todo sempre (tipo Onde Cantam os Pássaros) mas também não é um livro maravilhoso. Serve como uma boa distração mas em algumas pessoas poderá dar uma frustração enorme, é preciso ter uma mente muito aberta para gostar do livro.

Quanto a edição da TAG só reclamo de alguns errinhos de digitação (que nessa vida de leitora descobri que isso é extremamente comum mesmo em grandes editoras). Mas muita gente acabou com o livro despedaçado após a leitura, com a capa descolando do miolo e páginas saindo inteiras de dentro do livro. A minha edição continua firme e forte então nesse sentido não tenho nada a reclamar.

Uma curiosidade interessante: a TAG junto com o livro manda um infográfico que também é poster. Então se você gostou daquele livro em questão eles já recomendam leituras parecidas e no caso de Stalker tem até uma playlist no spotify com todas as músicas citadas pelos personagens no livro. Ganhou bastante pontinho comigo haha

Outras obras de Tarryn Fisher:

Por hoje é só!
Um beijo no queixo
Annie Bitencourt

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *